Ads 468x60px

Labels

Labels

10 de nov de 2010

Mais um embate da guerra Google vs. Facebook

Como você já está careca de saber, o Google e o Facebook estão atualmente em um impasse no que diz respeito a ferramentas para exportar informações sobre contatos. E a atitude mais recente foi do Google, que criou uma página especial apenas para questionar os procedimentos do FB no que diz respeito à portabilidade dos contatos de seus usuários.

Até ontem, quem tentava acessar a ferramenta de importação de contatos do Gmail dentro do Facebook era redirecionado para uma página na qual o FB explicava que, depois do Google bloquear essa ferramenta, seria preciso baixar um arquivo .csv com as informações dos contatos, e somente então fazer o upload desse arquivo para os servidores da rede social. Agora, no entanto, o jogo mudou mais uma vez.
Se antes o Google permitia esse download imediatamente, agora ele coloca o seguinte aviso para o usuário:



Praticamente como se fosse um pedágio antes de fazer o download, a mensagem informa ao usuário que ele “foi redirecionado até essa página por um site que não permite que você re-exporte os seus dados para outros serviços, essencialmente bloqueando as informações de contato dos seus amigos”. O Gmail ainda vai além e afirma que, “uma vez que você tenha levado seus dados para lá [o Facebook], não poderá mais tirá-los”. Alarmismo para que, não é?
Claro que se o usuário realmente quiser, ele pode marcar uma caixa confirmando o download e receber tranquilamente o arquivo .csv. A dúvida é com relação ao número de pessoas que vai passar a pensar duas vezes antes de aceitar essa exportação.
O Google está nessa guerra com Facebook porque já percebeu que as informações sobre contatos – em especial o endereço de e-mail – é fundamental para manter uma rede social. Como está em vias de lançar o Google Me, sem a possibilidade de importar contatos baseados nos amigos do Facebook (ou seja, o oposto do que o FB atualmente faz com o Gmail), quer utilizar da política de reciprocidade contra o Facebook.

0 comentários:

Postar um comentário

CÓDIGO DO LINKWITHIN