Ads 468x60px

Labels

Labels

18 de nov de 2010

Google quer transformar Googleplex em cidade

 Onipresente e onisciente na rede, o Google se prepara para ampliar ainda mais seus domínios sobre a terra construindo uma cidade para seus funcionários, informa o jornal local do Vale do Silício, Mercury News. De acordo com as informações da publicação, a gigante da web deverá se unir com a Nasa para a construção de um novo campus que deverá ocupar um terreno de 1,2 milhões de metros quadrados localizado na cidade de Mountain View (tradicional cidade-sede da companhia) e contar com todas as comodidades de uma mini-metrópole.


Além disso, todo o Googleplex – as confortáveis instalações que servem de quartel general do Google, o que inclui sua mítica área de lazer e seu famoso restaurante com renomados chefs em seu staff – deverão migrar para a nova localidade assim que ela estiver concluída.
“Queremos desenvolver um espaço que possa nutrir e regenerar o meio-ambiente e construir uma comunidade que equilibre vida e trabalho para todos seus habitantes”, escreveu David Radclife, chefe de propriedades imobiliárias do Google, à prefeitura de Mountain View.
Inicialmente a nova propriedade do Google deverá contar com cerca de 65 prédios que deverão somar 390 mil m² de área construída, entre comércios, academias de ginástica, creches, escolas e residências. O espaço deve ser mais do que o suficiente para receber os 23 mil empregados que a empresa atualmente mantém na região. “Eu não queria dizer que eles estão construindo uma cidade”, afirmou Gregory Davies, vice-presidente de uma imobiliária local ao Mercury News, “mas eles estão muito próximos disso”, completou.
De qualquer maneira, cidades levantadas por grandes corporações estão longe de serem novidade. No Japão a gigante automobilística Toyota tem sua própria cidade e, no mundo da tecnologia, a Foxconn – aquela empresa conhecida por conta de seus funcionários voadores – também tem sua própria cidade dentro da localidade de Shengzen, em que vivem mais de 400 mil trabalhadores.

0 comentários:

Postar um comentário

CÓDIGO DO LINKWITHIN