Ads 468x60px

Labels

Labels

15 de nov de 2010

O que a Apple vai anunciar para o iTunes amanhã?


Se você passar na página americana da Apple agora, verá uma página de boas-vindas diferente: a empresa agendou um anúncio relacionado ao iTunes para amanhã, 13h (de Brasília). Mas o que será?
Não há qualquer palavra sobre o que será especificamente, mas o número um na nossa lista de desejos seria a possibilidade de colocar suas músicas na nuvem. Ou talvez a sincronização sem-fio. Ou talvez aplicativos para a Apple TV. Ou, ainda, o fim da briga judicial com a outra Apple, gravadora dos Beatles, que poderia permitir o lançamento de músicas dos Fab Four. Ou alguma mexida no Ping.Ligamos a nossa bola de cristal e vamos tentar prever a possibilidade dessas mudanças. Aliás, o iTunes precisa urgentemente de algumas mexidas para ficar mais atraente. Ele é um software pesado, com menos recursos que gostaríamos e pode-se dizer que ele só é largamente usado ainda porque outros produtos da Apple como o iPhone, iPod e iPad dependem dele. Será que teremos o que desejamos? Vamos às previsões:

- Streaming de música. Nós queremos. A Apple diz que quer fazer isso. E desde que ela adquiriu a Lala, uma empresa que fazia exatamente isso, todas as peças se juntaram para possibilitar que você possa ouvir a sua biblioteca de músicas que está no seu computador, via iTunes, em qualquer iDispositivo. O único problema seria, teoricamente, a dificuldade de fazer a cabeça das gravadoras. Talvez o espírito das festas de fim de ano pode ter feito todo mundo chegar a um acordo. Francamente, talvez seja o único anúncio grande o suficiente para justificar o hype. [Bem provável]

- Sincronização wireless. Algo que você já consegue fazer com um iPhone jailbroken ou qualquer aparelho com Android. A tecnologia existe. Vamos torcer para que finalmente seja possível sincronizar o meu telefone com o meu notebook sem a necessidade do cordão umbilical. [Provável]

- Armazenamento na nuvem: A Apple não vai deixar aquela fazenda de servidores na Carolina do Norte ficar sem trabalho. E amanhã poderá ser o dia que eles liberarão a música do seu HD - e vice-versa - permitindo que você guarde tudo na nuvem. [Bem provável]

- Assinatura do iTunes. Eu gosto da ideia do Zune Pass (parecido com o novo Sonora), onde você paga uma grana por mês para ter downloads ilimitados e algumas compras. Aliás, eu gosto tanto que uso o Zune como Media player principal. Se eles fizerem algo parecido com o iTunes, estou dentro. [Pouco provável]

- Previews de 90 segundos das músicas. a Apple já disse aos estúdios que isto iria acontecer, e apesar de eu não esperar que isso seja o foco principal do anúncio de amanhã, é um item a mais interessante. Hora de compilar a minha lista de músicas favoritas de 89 segundos ou menos. [Possível]

- Melhor gerenciamento de playlists. Quer incluir a sua música na lista de reprodução tocando no momento? Sem chance, você está preso ao iTunes DJ. Isto é ridículo! Qualquer outro programa de música permite você fazer isso. Deve haver alguma maneira melhor de controlar o iTunes no seu desktop. Este é apenas uma (importante) parte da grande reformulação do software que gostaríamos de ver. [Pouco provável]

- Sincronização com dispositivos não-iOS. Fazer o iTunes conversar com um celular Android ou Windows Phone 7? Bem legal para os consumidores, não necessariamente uma prioridade para Google e Microsoft. [Pouco provável]

- Os Beatles no iTunes. Apesar do que diz a Yoko Ono, eu ainda tenho esperança que os Beatles e a Apple podem chegar a algum tipo de acordo. Seria efetivamente notícia, exatamente do tipo que pertence à homepage da Apple e não a um simples press release. Os relógios de Tóquio e Londres podem ser uma pista para isso. [Provável]

- Apps da Apple TV. Por que não? É um dispositivo iOS que já causou rebuliço na comunidade de desenvolvedores jailbeakers. Há certamente vários apps que gostaríamos de ver na Apple TV, e é mais uma área que a Apple terá de brigar com o Google. [Provável]

- Suporte a DivX. Se isso acontecer algum dia, será anunciado como um detalhe de um update maior. Mas pelo amor de Deus, qualquer MPx já faz, e essa possibilidade aumentaria bastante a capacidade do iPad como dispositivo de assistir vídeo. [Pouco provável]

- Um novo logo. Eu sei, eu sei, não há muito o que fazer. Mas este logo novo, que surgiu do nada, é horroroso Se até a Gap voltou atrás ao mudar o seu logo, por que a Apple não poderia? [Pouco provável]

E é isso. Amanhã, a partir de 13h (horário de Brasília), vamos ver o que acertamos

0 comentários:

Postar um comentário

CÓDIGO DO LINKWITHIN